Como trabalha um Prático de Navios?

A melhor maneira de se deslocar no trânsito de uma cidade é com um motorista local. O que dizer, então, da importância de um guia nativo quando se deseja explorar praias, florestas ou montanhas em novos destinos? Guias turísticos e motoristas têm quase nenhuma relação com a condução de grandes navios, mas o raciocínio que nos leva a optar por serviços reconhecidamente especializados em determinadas regiões se aplica perfeitamente à lógica que faz dos Práticos de Navios profissionais indispensáveis para a navegação, a economia e a segurança das regiões costeiras em todo o mundo.

O Prático de Navios – também chamado de Prático de Porto ou, simplesmente, “Prático” – é o profissional que, depois de aprovado em um processo seletivo público e devidamente treinado, trabalha diretamente com as tripulações das embarcações durante o trânsito nas Zonas de Praticagem (ZPs), ou seja, nas regiões próximas dos portos onde ocorrem as manobras de atracação e desatracação. São, portanto, os “guias” ou detentores do conhecimento local, das regras, das condições naturais e dos riscos específicos de cada região portuária, que são convocados para que as milhares de toneladas de cargas e passageiros possam transitar com segurança e de forma organizada nas chegadas e partidas.

O Prático orienta as manobras e chefia, juntamente com o Comandante do navio, toda a equipe que controla a embarcação. Mas ele não gerencia apenas os recursos de bordo. Em seu turno de trabalho, o Prático de Navios também coordena a atuação das tripulações dos rebocadores e lanchas de apoio e orienta as equipes responsáveis pela amarração do navio ao cais.

Na maioria das nações desenvolvidas, a Praticagem é independente e opera sem qualquer vínculo com empresas de transporte, o que significa estar a salvo de interesses de grupos econômicos. É o caso, por exemplo, de Estados Unidos, Alemanha e Canadá. Felizmente, também é este o modelo adotado no Brasil, onde, além da importância para a economia, os Práticos executam um imprescindível papel de defesa do meio ambiente nas regiões costeiras e nos rios navegáveis, mantendo-os livres de acidentes e poluição.

Por que deve existir o Prático de Navios?

Sabe-se que, há pelo menos 4.000 anos, são Práticos com grande conhecimento local os encarregados das manobras em zonas portuárias – afinal, por mais experiente que possa ser um Comandante, ele é especializado na condução de embarcações em mar aberto, longe de quaisquer de obstáculos, não nas particularidades de cada porto. Assim, determinado profissional que é Prático no Rio de Janeiro deve necessariamente deter certos conhecimentos para que possa realizar manobras com segurança naquela região. Tais conhecimentos incluem os ventos, as correntes, as marés, as características meteorológicas e o relevo submarino. E como as condições naturais são sempre únicas, não se repetindo em nenhum outro local do planeta, cada Prático deve ser lotado em uma Zona de Praticagem específica. Por esse motivo, a formação do Prático de Navios engloba uma combinação de conhecimentos técnicos sobre manobra de navios nas proximidades de toda a sorte de perigos à navegação, conhecimentos sobre os elementos naturais e ainda sobre costumes locais.

Reunidos em associações de praticagem, que são entidades privadas, os Práticos mantêm uma estrutura de apoio composta por diversas lanchas, estaleiro para manutenção, centro de controle de operações e equipamentos sofisticados de comunicações e monitoração do tráfego – estruturas adquiridas e mantidas com recursos 100% privados. Há ainda a opção de o Prático atuar de forma individual – o que é bem menos frequente no Brasil devido à praticidade proporcionada pelas associações.

Apesar de serem os detentores do conhecimento e de grande responsabilidade nas Zonas de Praticagem, os Práticos não são os “donos” das manobras, tampouco são os que estabelecem as regras e normas de segurança. A Praticagem é uma profissão regulamentada pela Autoridade Marítima, exercida pela Marinha por meio da Diretoria de Portos e Costas (DPC). Entre as regras fundamentais para a qualidade do Serviço de Praticagem está a que estabelece o número de Práticos para cada porto. Essa quantidade respeita um limite mínimo – para que haja disponibilidade de profissionais mesmo nos momentos de pico de demanda – e um limite máximo. Essa limitação a um teto do total de Práticos em uma ZP é o que assegura que todos os profissionais habilitados tenham a oportunidade de trabalhar sem longos períodos de inatividade e, portanto, sem prejuízo do nível de proficiência exigido para realizar as manobras com segurança. Como qualquer atividade de pilotagem, a condução de navios requer prática frequente.

Com atenção a essas proporções, são decididos os momentos de abertura dos processos seletivos para novos Práticos, ansiosamente aguardados por candidatos de todo o Brasil, desde os mais jovens e recém-saídos das faculdades até os profissionais mais gabaritados de diferentes áreas, interessados na estabilidade, na excelente remuneração e na qualidade de vida proporcionada pela carreira de Prático de Porto.

Quem pode se tornar Prático de Navios?

Atualmente, pessoas de todas as áreas atuam ou preparam-se para o processo que seleciona os Práticos de Navios. A única exigência é ter diploma de curso superior. Diferentemente do que se imagina, não é necessária experiência prévia ou formação em navegação. Homens e mulheres de todas as idades, acima de 18 anos, podem se candidatar.

Periodicamente, a Marinha organiza o Processo Seletivo para Praticante de Prático (PSPP). Dividido em quatro etapas – a primeira delas uma prova escrita –, o processo é a porta de entrada para que o candidato se torne Praticante e cumpra um programa de qualificação que tem de 15 a 18 meses de duração. O Praticante cumpre esse programa na Zona de Praticagem para a qual foi designado ao final do PSPP, de acordo com suas preferências pessoais e com a pontuação alcançada.

O acesso à Praticagem no Brasil é hoje extremamente democrático, o que motiva pessoas de todas as idades e de todas as regiões do país a estudar para não apenas obter aprovação, mas também assegurar uma posição na Zona de Praticagem de sua preferência. Quem começa a estudar mais cedo, com certeza, larga na frente.

ebook-manual-do-concurseiro

Compartilhar

Curso H

O Curso H é dedicado exclusivamente à preparação de seus alunos para todas as etapas do Processo Seletivo para Praticantes de Prático.

Mais Posts de Curso H

Related Post

Comentários

9 Comentários

    • Gladimir Peroza

      Gostaria de fazer este curso de pratico , como faço , e por onde começo ??

      • Curso H

        Gladimir, o Curso H possui cursos adequados para todas as etapas do Processo Seletivo para Praticante de Prático, desde os cursos relacionados aos requisitos aos cursos específicos para as etapas do concurso. Sugerimos que você leia o nosso “Tutorial sobre a Praticagem e o Processo Seletivo”, pois nele resumimos as principais dúvidas dos interessados na carreira de Prático e você encontrará as informações que está buscando. Para fazer o download do eBook, basta clicar neste link.

    • Paulo

      Gostaria de receber o Ebook sobre a Praticagem e o Processo seletivo.

      • Curso H

        Olá, Paulo!
        Você encontra o link para download do eBook preenchendo o formulário que abrirá ao clicar neste link.

    • Welington

      interessante

    • Ramon Gomes

      Boa noite!
      Gostaria de saber se o curso de tecnólogo serve como ensino superior?

      • Curso H

        Olá, Ramon! Tecnólogo serve como ensino superior sim.

    • Alex Endrigo Bilato

      Olá! Além da formação superior, existe outro pré requisito para participar do concurso?
      Li que é necessário ter experiência como marinheiro de convés, isso procede?
      Tenho interesse em fazer o esse curso, é possível vc passar todas as informações necessárias para ingressar nessa profissão.
      Obrigado

      • Curso H

        Olá Alex!
        Sim, existem outros pré requisitos, mas todos eles são muito fáceis de serem atingidos.
        Não é preciso ter experiência como marinheiro de convés. Porém, é preciso obter a habilitação de Mestre Amador, que te permite conduzir embarcações em águas nacionais.
        Você pode obter todas as informações necessárias no link: http://forum.cursoh.com.br/foruns/topico/requisitos-do-processo-seletivo/
        Bons estudos!

Deixe seu comentário

PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3Lmdvb2dsZS5jb20vbWFwcy9lbWJlZD9wYj0hMW0xNCExbTghMW0zITFkMjMxNC4zNTAxMzE4ODk5NTE2ITJkLTQzLjE3NTg5NTU1NTc0NTYxITNkLTIyLjk1NzUyNzg1Njg4OTM4NSEzbTIhMWkxMDI0ITJpNzY4ITRmMTMuMSEzbTMhMW0yITFzMHgwJTNBMHg1NWY0YzRmOWE5N2Q0NjkyITJzQ29uZG9tJUMzJUFEbmlvK2RvK0VkaWYlQzMlQURjaW8rUmlvK1N1bCtDZW50ZXIhNWUwITNtMiExc3B0LUJSITJzYnIhNHYxNDk2MjYwMjA3NjUyIiB3aWR0aD0iMTAwJSIgaGVpZ2h0PSIxMDAlIiBmcmFtZWJvcmRlcj0iMCIgc3R5bGU9ImJvcmRlcjowIj48L2lmcmFtZT4=
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3Lmdvb2dsZS5jb20vbWFwcy9lbWJlZD9wYj0hMW0xOCExbTEyITFtMyExZDEwMjYuMjY5NTk4MDY5NDQ3MyEyZC00Ni42NTY4Nzc5Nzk3MjUzMTYhM2QtMjMuNTYwOTMyMzgyMzU2MjYzITJtMyExZjAhMmYwITNmMCEzbTIhMWkxMDI0ITJpNzY4ITRmMTMuMSEzbTMhMW0yITFzMHgwJTNBMHhkYTBlZTM0ZTYwYTczMjRjITJzQ29uZG9tJUMzJUFEbmlvK1BhdWxpc3RhK0NvcnBvcmF0ZSE1ZTAhM20yITFzcHQtQlIhMnNiciE0djE0OTY0MTUyOTU0OTUiIHdpZHRoPSIxMDAlIiBoZWlnaHQ9IjEwMCUiIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBzdHlsZT0iYm9yZGVyOjAiPjwvaWZyYW1lPg==
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3Lmdvb2dsZS5jb20vbWFwcy9lbWJlZD9wYj0hMW0xOCExbTEyITFtMyExZDM2NzMuNzM1NzQ4NjkzNDEwNiEyZC00My4yMDg0NzQxODUwMzM0MjQhM2QtMjIuOTU5OTU3MDg0OTg0NzU1ITJtMyExZjAhMmYwITNmMCEzbTIhMWkxMDI0ITJpNzY4ITRmMTMuMSEzbTMhMW0yITFzMHg5YmQ1N2JhMDIxNjg5NSUzQTB4YjczMWFhYTc4Yzg0ZDdlYyEyc1IuK0dldCVDMyVCQWxpbytkYXMrTmV2ZXMlMkMrMTkrLStKYXJkaW0rQm90JUMzJUEybmljbyUyQytSaW8rZGUrSmFuZWlybystK1JKJTJDKzIyNDYxLTIxMCE1ZTAhM20yITFzcHQtQlIhMnNiciE0djE0ODY2NjM4NzAyMTUiIHdpZHRoPSIxMDAlIiBoZWlnaHQ9IjEwMCUiIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBzdHlsZT0iYm9yZGVyOjAiPjwvaWZyYW1lPg==
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3Lmdvb2dsZS5jb20vbWFwcy9lbWJlZD9wYj0hMW0xNCExbTghMW0zITFkMzk2MjY5LjI1Mjk3MDYxNTEhMmQtNzYuOTA2NTQ1MyEzZDM5LjEwOTgwNDUhM20yITFpMTAyNCEyaTc2OCE0ZjEzLjEhM20zITFtMiExczB4MCUzQTB4OGVmNWQwOWVmOTM1ODlmYyEyc1RoZStNYXJpdGltZStJbnN0aXR1dGUrb2YrVGVjaG5vbG9neSthbmQrR3JhZHVhdGUrU3R1ZGllcyE1ZTAhM20yITFzcHQtQlIhMnNiciE0djE0MjU2NTY0MzgzMzAiIHdpZHRoPSIxMDAlIiBoZWlnaHQ9IjEwMCUiIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBzdHlsZT0iYm9yZGVyOjAiPjwvaWZyYW1lPg==

Participe de discussões e receba informações e atualizações sobre a Praticagem e sobre os nossos cursos.

Não deixe passar essa oportunidade!
Saiba mais sobre a profissão que pode mudar a sua vida. Participe de discussões sobre a Praticagem e receba informações sobre o processo seletivo, notícias do setor e atualizações sobre os nossos cursos.

Assine nossa Newsletter e mantenha-se informado.
AULA DEMONSTRATIVA
Preencha os campos do formulário abaixo para ter acesso gratuito à aula demonstrativa do Curso de Exercícios com Abordagem Teórica.
[contact-form-7 404 "Not Found"]
Selecione a cidade desejada:

Baixe nosso eBook sobre a Praticagem e o Processo Seletivo, e saia na frete!


Baixe agora mesmo o folheto explicativo e saiba tudo sobre o curso!

Chegou agora e quer saber mais?
PGlmcmFtZSB3aWR0aD0iNTYwIiBoZWlnaHQ9IjMxNSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9UU0xHdmZMSkR1cz9yZWw9MCZhbXA7c2hvd2luZm89MCIgZnJhbWVib3JkZXI9IjAiIGFsbG93ZnVsbHNjcmVlbj48L2lmcmFtZT4=
Neste vídeo, você vai descobrir sobre as atividades, demandas, vantagens e, claro, como ingressar em uma das carreiras mais cobiças do mercado.

Baixe agora mesmo o folheto explicativo e saiba tudo sobre o curso!

PGlmcmFtZSB3aWR0aD0iNTYwIiBoZWlnaHQ9IjMxNSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC93a01EM2U2TktlVT9yZWw9MCZzaG93aW5mbz0wIiBmcmFtZWJvcmRlcj0iMCIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuPjwvaWZyYW1lPg==
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3Lmdvb2dsZS5jb20vbWFwcy9lbWJlZD9wYj0hMW0xOCExbTEyITFtMyExZDE1NjguMjgwMDE3NTc5MzgzITJkLTQ3Ljg5MDYwNjU0ODg0MiEzZC0xNS43ODcyMTM1Mzg4OTk0MjYhMm0zITFmMCEyZjAhM2YwITNtMiExaTEwMjQhMmk3NjghNGYxMy4xITNtMyExbTIhMXMweDAlM0EweGJkNWM4ZGI2MDVmNzljNWYhMnNCcmFzJUMzJUFEbGlhK1Nob3BwaW5nITVlMCEzbTIhMXNwdC1CUiEyc2JyITR2MTUwNzU3NjI3NTE5OSIgd2lkdGg9IjEwMCUiIGhlaWdodD0iMTAwJSIgZnJhbWVib3JkZXI9IjAiIHN0eWxlPSJib3JkZXI6MCI+PC9pZnJhbWU+