A Praticagem em tempos de pandemia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Quem poderia esperar um ano como esse? Hoje, enquanto todos se esforçam para conter o avanço do novo Coronavírus, o medo da pandemia vem acompanhado das incertezas quanto ao seu impacto nas economias do Brasil e do mundo. Diante de tal cenário, muitos dos nossos alunos andam se perguntando: como isso tudo pode impactar o Processo Seletivo para Praticante de Prático? Qual a perspectiva de futuro para a praticagem? Vamos aos fatos para buscar essas respostas.

PRATICAGEM É SERVIÇO ESSENCIAL

Antes de mais nada, é importante lembrar que a Praticagem é um serviço essencial para a atividade econômica do país. Por lei, ele não pode ser interrompido, sendo o atendimento prestado de forma ininterrupta mesmo em tempos de pandemia. De fato, os Práticos estão entre os primeiros brasileiros a buscar medidas de proteção para garantir a segurança dos profissionais nesse novo contexto, tendo em vista que lidam diariamente com pessoas vindas de todos os lugares do mundo.

Prático protegido do coronavirus

A ECONOMIA NÃO PAROU

Os Práticos, portanto, continuam trabalhando. Mas em que ritmo? Houve queda de movimento nos portos brasileiros? Parece bastante óbvio que haja alguma correlação entre a atividade econômica em geral e a movimentação nos portos. Mas há outros fatores que também são determinantes para uma queda ou aumento de movimentação, por exemplo, a sazonalidade e o momento de setores específicos da economia. 

Se por um lado parece consenso que a próxima temporada de cruzeiros no litoral brasileiro será prejudicada, por outro o setor de commodities agrícolas não para de bater recordes. O comércio marítimo brasileiro vive um superávit de 19 bilhões de dólares, fortemente alavancado pelo agronegócio, que bateu recorde de exportações em abril com aumento de 25% em relação ao mesmo período de 2019. Os resultados do setor são animadores mesmo com a queda no valor das commodities. 

Com ou sem pandemia, há muito trabalho sendo feito nos portos brasileiros, e os Práticos são parte importante dessa engrenagem. A recuperação poderá vir mais lenta ou mais rápida, poderá ser em “V” ou em “U”, mas ela vai acontecer.

EXPANSÃO E MODERNIZAÇÃO DO SETOR PORTUÁRIO

Além dos números atuais, existem outros bons motivos para acreditar no crescimento da atividade nos próximos anos. O governo brasileiro tem tomado diversas medidas para reduzir a burocracia e melhorar a infraestrutura do setor portuário, incluindo iniciativas como o projeto BR do Mar, a privatização de diversos terminais e autorizações para a construção de novos portos, como o Porto de São Mateus e o Complexo Portuário de Presidente Kennedy.

Diversos portos brasileiros estão passando por reformas e atualizações para receberem navios de maior porte e atendê-los com maior agilidade. A atenção especial que o Ministério da Infraestrutura tem dado ao setor marítimo visa uma necessária preparação para atender à crescente demanda das exportações brasileiras.

Porto de Paranaguá

NÃO SERÁ AGORA, MAS O CONCURSO VIRÁ

É claro que ninguém aposta em um concurso em 2020, o ano da pandemia. Enquanto estivermos vivendo sob regime de isolamento social e, principalmente, enquanto não surgirem remédios e vacinas de eficácia comprovada, a sociedade estará vivendo em modo de sobrevivência e dificilmente teremos um novo Processo Seletivo para Praticante de Prático (PSPP). 

Vale notar que, como os Práticos de Navios não são funcionários públicos, as restrições orçamentárias que impactam outros concursos não se aplicam ao PSPP. A abertura de novas vagas para Práticos é uma prerrogativa da Autoridade Marítima brasileira e acontece em resposta à demanda e a outros requisitos estabelecidos pela Marinha. 

Quem nos acompanha pelo nosso blog já sabe que ninguém sabe ao certo quando será o próximo PSPP. Só há duas certezas. A primeira é que, quanto mais nos afastamos do último concurso, mais perto ficamos do próximo. E a outra é que não dá para estudar de última hora, pois é necessário ao menos um ano e meio de preparação para alcançar um patamar realmente competitivo.

A PREPARAÇÃO NÃO PODE PARAR

No Curso H, nossa equipe de professores e colaboradores está empenhada em explorar todas as possibilidades para manter o ritmo de estudo dos nossos alunos e, principalmente, mantê-los motivados. Quase todos os nossos cursos já estão disponíveis online. Estamos investindo pesado nessa modalidade com a produção de novos conteúdos, materiais didáticos e videoaulas gravadas em estúdio, e também com a transmissão ao vivo de aulas gratuitas por teleconferência. Preparar-se com qualidade e sem sair de casa já é uma realidade. 

Além de, claro, cuidar da saúde, o importante agora é não perder o foco nos projetos pessoais. 2020 será um ano difícil, mas não precisa ser um ano perdido.

—————–

OUTRO ARTIGOS QUE PODEM TE INTERESSAR:

– Entrevista com Prático – Guido Botto

– Pesquisa – Custo x benefício da Praticagem

– Praticagem é Máfia? Entenda a origem do mito

– Uma conversa sobre investimento

ebook-manual-do-concurseiro

Fontes:

  • https://www.youtube.com/watch?v=JqD8I0GMpis&feature=youtu.be
  • https://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2020/05/19/superavit-comercial-maritimo-do-brasil-aumenta-com-forte-exportacao-agricola-diz-associacao.ghtml
  • https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/noticia/2020/05/exportacoes-do-agro-crescem-25-em-abril-e-batem-recorde.html
  • https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Infraestrutura-e-Logistica/noticia/2019/11/espera-do-br-do-mar-setor-de-cabotagem-mantem-crescimento.html
  • https://www.portosenavios.com.br/noticias/portos-e-logistica/privatizacao-dos-portos-de-santos-e-sao-sebastiao-deve-ser-feita-em-2020-diz-doria
  • https://www.agazeta.com.br/es/economia/ministerio-da-infraestrutura-autoriza-porto-em-sao-mateus-0520
  • https://g1.globo.com/es/espirito-santo/noticia/2019/11/13/obra-do-porto-central-vai-gerar-4-mil-empregos-em-presidente-kennedy-es.ghtml
  • https://www.metropoles.com/brasil/economia-br/plano-para-economia-preve-cancelamento-de-concursos-publicos

4 respostas

  1. Fiz o penúltimo concurso e já sou Capitão Amador com muitas décadas devotadas à competição na Vela categoria Oceano. Só que completei 67 primaveras e não sei se dá tempo de esperar o próximo, cumprir o período preparatorio e enfim realizar o sonho elaborado já meio tarde…

    1. Olá, Celso! O concurso de Prático não tem idade limite e já tivemos casos de pessoas que entraram na carreira com mais de 50 anos. A grande ressalva nesse contexto é a prova física do Processo Seletivo, então é preciso estar em forma física para concorrer. Na carreira hoje temos vários exemplos de Práticos com mais de 60 ano em plena atividade. Em termos de qualidade de vida e remuneração, se tornar Prático vale a pena em qualquer idade. Se este é o seu sonho, vale a pena tentar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 respostas

  1. Fiz o penúltimo concurso e já sou Capitão Amador com muitas décadas devotadas à competição na Vela categoria Oceano. Só que completei 67 primaveras e não sei se dá tempo de esperar o próximo, cumprir o período preparatorio e enfim realizar o sonho elaborado já meio tarde…

    1. Olá, Celso! O concurso de Prático não tem idade limite e já tivemos casos de pessoas que entraram na carreira com mais de 50 anos. A grande ressalva nesse contexto é a prova física do Processo Seletivo, então é preciso estar em forma física para concorrer. Na carreira hoje temos vários exemplos de Práticos com mais de 60 ano em plena atividade. Em termos de qualidade de vida e remuneração, se tornar Prático vale a pena em qualquer idade. Se este é o seu sonho, vale a pena tentar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.